bateria do carro vida util dimunuida

Bateria do carro: 4 práticas que diminuem sua vida útil

Ninguém deseja ficar na mão no meio de uma estrada deserta ou daquele engarrafamento gigantesco. Porém, é muito provável que isso aconteça se um cuidado essencial for deixado de lado: a atenção com a bateria do carro. 

Ela está diretamente conectada com o comando de ligar na ignição (e toda a elétrica de um veículo). Sua vida útil é resultado da forma como você leva em consideração a manutenção de alguns itens.

A Geração Seminovos traz, no artigo de hoje, 4 dicas sobre o que não fazer.

Em geral, a bateria do carro funciona por quanto tempo?

Ao adquirir a bateria do carro, é importante que você conheça um pouco sobre a marca e veja o que o fabricante promete. Existe uma infinidade de opções no mercado, algumas excelentes no quesito performance e segurança. 

Em média, de acordo com alguns especialistas, as baterias devem durar, pelo menos, de 2 a 3 anos. Há casos que esse prazo pode ser estendido de duas a três vezes. Achou muito?

Pois saiba que a durabilidade de qualquer peça de um veículo, está diretamente ligada às práticas do proprietário ao utilizá-lo.

O que pode diminuir a vida útil da bateria do carro?

Estas 4 más condutas podem atrapalhar o bom funcionamento da bateria do carro. Veja abaixo sobre o que exatamente estamos falando aqui:

1 – Frequência de uso e intensidade

Deixar faróis, rádio e demais dispositivos elétricos do carro em funcionamento enquanto ele estiver parado, é assinar a sentença de fim da linha para a bateria. Eles consomem muita energia e promovem um alto desgaste da peça. Preste atenção e não cometa tais erros!

2 – Limpe as peças

As sujeiras nas conexões são favoráveis ao mau desempenho. A manutenção é necessária em carros 0km, seminovos e usados. Negligenciar a limpeza é sinônimo de prejuízos.

3 – Longos períodos sem uso do veículo

Deixá-lo parado em uma garagem é mais comum do que você pensa. Ainda mais se o proprietário trabalha, estuda e faz suas atividades de rotina nas proximidades de casa. Todavia, ficar estacionado por muitos dias favorece o descarregamento da bateria do carro.

Uma dica simples pode evitar uma falha na hora de sair: ligue-o, ao menos, a cada cinco dias – por alguns minutos -, para que a peça possa ser recarregada.

4 – Exposição às temperaturas extremas

O frio e o calor, quando extremos, afetam a forma como a bateria do carro transmite energia para todos os itens elétricos existentes. 

No primeiro caso, é inevitável que haja maior demanda. 

Já nos dias de altas temperaturas, é comum que a “reação interna” seja alterada e, em consequência disso, o processo corrosivo das ligas de chumbo pode acelerar o seu fim.

Será que é legal dar carga na bateria do carro que parou de funcionar?

Se a bateria do carro descarregou, pode ser um sinal de que seu tempo de vida chegou ao limite. O melhor jeito de lidar com essa situação é trocá-la assim que possível. Entretanto, claro que há poréns. Vamos entendê-los!

Existem casos em que a bateria ainda está nova ou longe de precisar de substituição. Por exemplo, se você deixou os faróis ligados e ao tentar ligar o veículo acontecer aquele “engasgue”, uma “chupeta” poderá ser uma boa solução. 

Mas, atenção! Após o procedimento, é importante observar como ele irá se comportar nos próximos usos.

Quando o fator “tempo parado” for somado ao fato da bateria ser nova, leve o equipamento descarregado até um profissional para que ele possa receber uma carga lenta. Depois da checagem feita, basta recolocá-lo no lugar.

Aliás, ocorrendo dúvidas, não faça você mesmo. Buscar uma solução em tutoriais na internet ou através daquela recomendação de um amigo, poderá danificar ainda mais o seu veículo. Sempre procure auxílio de quem é versado no assunto. 

Mais do que trocar a bateria, você precisa de um seminovo

E as melhores opções do mercado automotivo catarinense estão na Geração Seminovos. Visite nosso site agora ou vá até uma de nossas lojas físicas. Estamos lhe esperando!