imagem com a traseira de um carro tomada de lama para ilustrar conteudo sobre os prejuizos que um carro sujo pode ocasionar

Carro sujo traz prejuízos ao proprietário. Conheça agora os principais!

Você vai se surpreender com uma notícia que temos a lhe dar sobre o seu veículo: sabe aquela preguiça de domingo para fazer uma limpeza ou a economia que você fez ao evitar um serviço de lavagem? As suas decisões podem estar trazendo diversos malefícios. Pois é, carro sujo é sinônimo de prejuízo.

E você nem precisa ter passado por uma estrada de barro ou lama. Basta que aquela poeira da cidade grande, as fezes de um pássaro ou a seiva de uma planta fiquem mais dias do que o recomendado fazendo expediente na lataria.

Não está acreditando? Então siga a leitura e você perceberá o quanto essa afirmação faz sentido.

O comprometimento com o visual do carro diminui o seu valor de revenda

As partículas de poluição e os detritos de pequenos animais são veneno quando em contato com a lataria do seu veículo. Bem, aqui está a explicação para isso: após pouco dias, inicia-se um processo de oxidação, que resulta em manchas e imperfeições que denotam desleixo. Daí a importância de livrar-se de tudo isso o mais rápido possível.

Mas quando trata-se de barro, lama e piche, os danos tomam uma proporção ainda maior. Isso porque os pequenos arranhões que vão surgindo tiram todo o brilho da pintura, além de “craquelar” a carroceria.

O mesmo ocorre com os vidros, que podem sofrer microfissuras. O ponto aqui é que esses danos quase que microscópicos irão tornar-se permanentes caso sejam ignorados. Além disso, a borracha dos limpadores dianteiros e traseiros deve ser hidratada constantemente, de maneira a não ressecar.

Mas, qual será a frequência com a qual você deve dar um banho no possante?

Bem, se não ocorrer nenhuma das situações que mencionamos acima lave-o, ao menos, uma vez ao mês. E se o seu carro fica ao relento, sujeito à chuva ou à maresia, a cada 15 dias é um bom conselho.

Todavia, se o seu veículo se encontra em um daqueles estados, limpe-o sempre com o máximo de brevidade que conseguir.

Prejuízos mecânicos acarretados pelo carro sujo

O carro sujo pode causar prejuízos mecânicos e o principal deles diz respeito ao disco de freio. Quando tomados por camadas de resíduos, disco e pastilha de freio sofrem desgastes que pioram à medida que eles ficam acumulados.

As rodas também podem sofrer avarias e devem ser sempre higienizadas com água e sabão. E sabe que é a maior vilã: a urina dos animais. Com o tempo, a oxidação provocada por ela pode danificar porcas e parafusos. Quando você perceber, será tarde.

A higiene do carro também é essencial no quesito saúde dos ocupantes

Junto à lavagem mensal que você realizar, faça uma higienização completa e bem detalhada no interior do veículo. Isso significa limpar painéis, carpetes, tapetes, bancos e até o teto.

Lembre-se, também, de trocar uma vez ao ano o filtro do ar. Assim, os fungos e bactérias não terão a chance de fazer a festa.

Se você costuma carregar seus pets, uma sugestão é adquirir uma capa protetora para os bancos.

IMPORTANTE!

Evite o consumo de alimentos e, caso seja fumante, não acenda seus cigarros dentro do veículo. Do contrário, a limpeza interna terá de ser mais frequente do que ao lado de fora.

Bônus: jamais lave o motor sem o auxílio de um especialista

Quer saber como limpar o motor do carro do modo certo? 

Então visite um mecânico de sua confiança e questione a necessidade de realizar a higienização. Essa é a primeira atitude correta.

A segunda diz respeito à quem será o responsável: um especialista. Ainda que seu carro seja mais antigo, se você não for um perito no assunto, não jogue água e sabão no bloco do motor sem conhecimento.

Há muitas conexões, especialmente as elétricas, que estão posicionadas muito próximas, e os danos podem ser estrondosos. Seu orçamento não precisa ser prejudicado por falta de informação, né!?

Uma especulação sobre a economia de combustível

Alguns especialistas afirmam que, em longas viagens, o carro sujo costuma consumir cerca de 7% a mais de combustível. 

Você é cético quanto a isso? Bem, aconselhamos que não tente fazer o teste, afinal, outros itens importantes do seu carro estarão sendo prejudicados.

Um conselho final: faça o polimento da carroceria cerca de duas vezes ao ano

Você costuma rodar bastante ou passa por muitas situações nas quais o carro necessita de limpeza? Então, recomendamos o polimento semestral.

Assim você mantém o carro bonito esteticamente, e não diminui sua valorização caso queira trocá-lo ou revendê-lo, já que a aparência estará impecável.

_

Este conteúdo foi útil? Deixe sua opinião aqui nos comentários.

E se você está precisando trocar ou adquirir o seu primeiro veículo, vá até uma loja idônea e que assegure a você a qualidade de todos os produtos que vende. É o caso da Geração Seminovos, em Santa Catarina. Se você estiver nesta localização, venha nos conhecer.