troca de carro saiba quando fazer

Troca de carro: 5 respostas para lhe ajudar a descobrir o momento certo

À medida que os anos vão passando, o carro que está em sua garagem vai perdendo o valor. Esse é um fato que não tem como modificar. Porém, você pode traçar uma estratégia para trocá-lo, assim que retirá-lo da loja ou da concessionária. 

Não será em seguida – a não ser que você queira -, mas prever um prazo pode ser bastante benéfico, já que você conseguirá aproveitar o máximo do valor venal.

Algumas pessoas são tão apegadas sentimentalmente ao bem, que preferem realmente manter o veículo por anos na família. Todavia, essa é uma situação à parte.

Sabemos que hoje você está aqui, porque quer descobrir qual é o momento certo para a troca de carro. E seu pedido será atendido. Veja abaixo as dicas que selecionamos exclusivamente para desvendar suas dúvidas.

1 | O carro está gastando mais do que deveria?

Ao longo do tempo, as manutenções são necessárias para manter a saúde do seu veículo. Peças apresentarem defeito também é algo totalmente previsível. 

Contudo, a partir do momento em que você observar que os gastos mostram-se tão significativos que não “compensam” o conserto – até porque você sabe que a probabilidade de ocorrerem outros problemas em seguida é alta -, então esse é um dos sinais que a hora da troca de carro está chegando.

2 | A garantia acabou, é hora de trocar de carro?

Coloque na ponta do lápis se os gastos que você vem tendo não seriam melhor aplicados em um modelo mais novo. 

Por vezes, assumir uma nova parcela de financiamento é muito  mais vantajoso do que ficar “investindo” em um veículo que só desvaloriza (mesmo que você esteja aplicando rios de dinheiro nele).

3 | Seu carro está atendendo às suas necessidades?

Uma razão consistente, que leva à troca de carro, é a ineficiência para a realidade atual do proprietário. Pode ser que a família tenha aumentado, e que para o conforto de todos seja necessário buscar uma opção mais ampla. 

Bem, não importa os motivos, e sim que seu veículo lhe supra em tudo aquilo que você precisa. 

4 | Como você costuma cuidar do seu veículo?

Cuidar daquilo que você não vê, é a premissa para garantir vida longa ao seu carro. Pense por um instante: você realiza manutenções periódicas, percebe os problemas, leva o carro ao mecânico e olha para o motor com frequência?

O pleno funcionamento fica comprometido quando você ignora esses detalhes bem importantes.

5 | Quilometragem alta é uma boa causa. Será!?

Nem sempre um carro “mais rodado” tem menos qualidade do que aquele com baixa quilometragem. Esse fator está diretamente associado ao tópico que lhe apresentamos acima: o tratamento dispensado aos componentes do veículo é a base de tudo.

Porém, temos que admitir: a alta quilometragem diminui sim sua valorização frente ao mercado. Então, cabe a você ponderar se há necessidade de trocar, somando essa características às outras que lhe mostramos até agora.

Conclusão

Após aprender todos esses pontos, e descobrir aquilo que deve ser determinante para a troca de carro, é tempo de refletir se um ou todos eles fazem sentido especificamente para você.

Ao tomar uma decisão, sinta-se à vontade para dar uma passadinha na Geração Seminovos. Não esqueça que optar por fechar negócio com uma loja idônea, que oferece ao mercado veículos de qualidade, faz toda a diferença na sua satisfação.

Desejamos a você uma boa escolha!